quarta-feira, 29 de abril de 2009

A Expansão das Multinacionais

Multinacionais são as empresas que, por todo o seu teor de lucro ultrapassaram fronteiras. São aquelas empresas com acesso ao mercado extremamente ambiciosas, que transpõe barreiras com negociações sem fim. Elas começaram no Fordismo em uma época que a necessidade de mercado consumidor fez crescer a demanda de forma que a produção passou a ser numa escala gigantesca. Todo este processo das multinacionais, começou com a industrialização que concentrou atividades econômicas e população, acentuou processos produtivos, desenvolveu tecnologia e novas formas de recursos naturais, intensificou a articulação entre os diferentes países num grande mercado mundial.
Para que houvesse expansão, ampliar mercados e se adequar a nova realidade promovendo inovações tecnológicas. No entanto as empresas que não conseguiram acompanhar o ritmo de modernização não conseguiram tornar-se multinacionais.
As principais características de uma multinacional são:

  • Economia de escala
  • Produção estandardizada
  • Competição de emprego
  • Existência de um mercado de massas
  • Combinação entre a utilização de equipamentos automatizados e trabalhadores qualificados
  • Divisão e Especialização do trabalho
  • Separação entre concepção e execução de tarifas

    Com o fenômeno da globalização a expansão das multinacionais tem se tornado algo enfindável de grande valor. Mas é necessário que alguns se concientizem pois a expansão das multinacionais tem trazido sérios problemas e impactos ambientais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário